MENU

11 de outubro de 2017 - 12:45IMSA Weather Tech SportsCar Championship

Penske anuncia Ricky Taylor; Rahal e Pagenaud para Daytona e Sebring

22426173_10155064656475794_8187270743014138491_o

Ricky Taylor, Graham Rahal e Simon Pagenaud: as caras novas do Acura Team Penske para 2018. Campeão deste ano, Ricky será o parceiro fixo do brasileiro Hélio Castroneves ao longo de toda a temporada da IMSA

RIO DE JANEIRO - Aquele que era um dos segredos mais mal-guardados para a temporada do IMSA Weather Tech SportsCar Championship de 2018 foi confirmado hoje: campeão deste ano em dupla com o irmão Jordan, Ricky Taylor foi anunciado hoje pela Penske para compor a dupla com Hélio Castroneves a bordo de um dos dois protótipos Acura ARX-05 DPi que o time vai alinhar a partir de janeiro, quando haverá a abertura do campeonato em Daytona.

Com cinco vitórias – seguidas – neste ano, os “irmãos Metralha” pavimentaram o caminho de um título merecido a bordo do Cadillac DPi-V.R #10 do time do pai deles, o velho Wayne. Ricky é o piloto mais exuberante, mais veloz e destemido das crias daquele que também foi piloto um dia. E desde que teve a chance de guiar um Fórmula Indy do Team Penske, a convite de Tim Cindric e do próprio Roger, o garoto já estava no radar da escuderia. As performances do início do campeonato na IMSA foram decisivas e daí para a proposta e a oficialização da contratação, foi um passo. A equipe teve que esperar a temporada terminar para confirmar o que já se sabia nos bastidores.

“Receber um convite de alguém como Roger Penske para guiar full time um de seus carros muda a vida de qualquer piloto”, explica Ricky Taylor. “Estou pronto para o desafio e eu não poderia estar mais excitado em me juntar à equipe e trabalhar com pilotos tão bons e competentes quanto Juan (Montoya), Hélio e Dane (Cameron) para fazer do Acura ARX-05 um carro vitorioso”, completou.

“Ricky fez uma temporada fenomenal em 2017″, afirma o capitão Roger Penske. “Ele agrega muito à nossa equipe com sua experiência na condução de carros-esporte, com muita velocidade, conhecimento técnico e também das pistas. Com tudo isso e o pedigree dos nossos pilotos, temos uma plataforma enorme para proporcionar uma grande temporada ao Acura Team Penske”, assentiu o dirigente.

A equipe também anunciou os pilotos que completarão o lineup de seus dois carros nas provas de Endurance. A princípio, apenas nas 24 Horas de Daytona e 12 Horas de Sebring, dois pilotos da Fórmula Indy vão se juntar ao projeto. O campeão de 2016 da IndyCar Simon Pagenaud e Graham Rahal, mui possivelmente por interferência da Honda, foram os escolhidos.

“Quem não gostaria de guiar para Roger Penske? É um sonho! Significa muito para mim poder defender sua equipe e a Acura em Daytona e Sebring”, exulta o filho de Bobby Rahal.

“Tivemos uma amostra de nossa força na Petit Le Mans”, comentou Pagenaud. “Mostramos que estamos na direção certa”, completa o francês.

1 comentário

  1. Luciano disse:

    O Capitão (não seria Almirante??) Roger Penske define a tripulação de suas naves. E foi esperto, pois pegou dois campeões do IMSA (o Cameron em 2016 e o Taylor agora em 2017) e os coloca junto com dois monstros do volante como são o Helinho e o Montoya. Se o carro tiver nascido bem e se mostrar competitivo, pilotos para ganhar não faltam. O Almirante Penske não navega a toa com seus barcos… A IMSA 2018 promete!!! Agora só falta os narizes empinados da ACO descerem do pedestal e aceitarem os DPi no WEC a partir da temporada de 2019/2020 para tudo ficar bonito!!!
    Agora, como fica a equipe da “Família Metralha” com um dos irmãos indo correr em outra equipe?? O que o dono de equipe, o pai “Metralha” Wayne Taylor vai aprontar?? Ele tem mais pilotos na “família” ou vai ter que adotar um???
    Ah, aproveito e parabenizo você e os colegas da Fox pela transmissão na integra da Petit Le Mans!!! Você e o Thiago aguentaram firmes e fortes e foi uma grata e feliz surpresa os comentários do bom e velho mestre Edgard, por obra e graça da chuva que atrasou a corrida da Nascar. O Edgard é uma figuraça!!! A corrida foi demais e tendo gente que conhece e entende do riscado transmitindo e comentando, a parte chata da transmissão foi quando acabou a corrida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>