MENU

23 de abril de 2017 - 22:51Blancpain Endurance Series

Grässer triunfa em Monza na abertura do Blancpain Endurance Series

timthumb

O trio Christian Engelhart/Andrea Caldarelli/Mirko Bortolotti triunfou absoluto na abertura da série Endurance do Blancpain GT em Monza

RIO DE JANEIRO - A equipe austríaca Grässer Racing Team deu as cartas na corrida inaugural da temporada 2017 do Blancpain Endurance Series neste domingo em Monza, na Itália. O carro #63 da trinca Christian Engelhart/Andrea Caldarelli/Mirko Bortolotti foi simplesmente dominante ao longo das três horas de disputa, percorrendo 92 voltas numa corrida movimentada e que teve um enorme acidente em seu início.

Logo na chegada da primeira chicane, o experiente britânico Guy Smith teve um entrevero com o argentino Ezequiel Pérez-Companc, a bordo justamente de outro Lamborghini da Grässer. Smith, com o Bentley Continental #7 da M-Sport, imprensou Pérez-Companc contra o acostamento e o Huracán #19 que ele dividiria com Raffaele Gianmaria e Norbert Siedler ficou totalmente descontrolado no meio de um pelotão imenso de carros. Sobrou pra quem vinha atrás e 16 carros bateram. Dez ficaram de fora logo na primeira volta e a direção de prova não teve outra opção que não sacar a bandeira vermelha, paralisando a disputa em cerca de 24 minutos. Confira o vídeo abaixo!

Na relargada, Bortolotti manteve a liderança sob controle, trazendo atrás de si o espanhol Miguel Molina, da SMP Racing, com uma Ferrari 488 GT3. Depois, o italiano entregou o volante ao compatriota Caldarelli, que conseguiu uma sólida diferença para o russo Victor Shaytar. No final, Engelhart assumiu após o segundo pit stop e controlou a vantagem, fechando com 29 segundos de avanço para o 2º colocado.

Quem terminaria nessa posição seria o Audi R8 LMS da ISR, que fez bela corrida com o trio Frank Stippler/Clemens Schmid/Filip Salaquarda. Só que a seis minutos do final da disputa o carro #75 teve problemas com o pneu traseiro esquerdo, entregando o 2º posto de bandeja para a Ferrari de Alessandro Pier Guidi/Pasin Lathouras/Michele Rugolo, da equipe italiana AF Corse.

A HTP Motorsport salvou um belo 3º lugar numa boa prova do trio Jimmy Eriksson/Frank Perera/Maxi Buhk. Marco Cioci/James Calado/Giancarlo Fisichella, da Kaspersky Motorsport, acabaram à frente de Victor Shaytar/Miguel Molina/Davide Rigon apenas porque o italiano do carro #72 teve que pagar um drive through por ultrapassagem ilegal sob bandeira amarela.

A Bentley ainda viu o carro #8 de Vincent Abril/Andy Soucek/Maxime Soulet salvar a 6ª posição numa valente corrida do trio da M-Sport, após o #7 levar uma bandeira preta por uma falha de comunicação da equipe, que não avisou a tempo os seus pilotos para cumprir a penalização em razão do incidente pós-largada.

Na classe Pro-Am, Ahmad Al Harthy e Jonathan Adam levaram os pontos da vitória com o 8º lugar geral na prova – eles superaram nas voltas finais a Ferrari da Kessel Racing conduzida por Michael Broniszewski/Andrea Rizzoli/Matteo Cressoni. O terceiro melhor carro da classe – a Ferrari da Spirit of Race – chegou apenas em 15º no final com Niek Hommerson/Louis Machiels/Andrea Bertolini.

A divisão Am, que teve apenas quatro bólidos inscritos na pista, foi ganha pela Ferrari da AF Corse guiada por Davide Rizzo/Alex Dermedjian/Abbie Eaton, que cumpriram a corrida em 27º lugar, uma volta à frente de Bernhard Delhez/Gilles Vannelet, com o Lamborghini do Team HB Racing. A equipe italiana trocou o câmbio do carro a tempo de ficar pronto para a disputa e registre-se que esta é a primeira vitória de uma mulher (Abbie Eaton, no caso) em qualquer divisão do Blancpain GT desde a criação da competição

No fim da disputa, restavam apenas 28 dos 50 carros que deram a largada em Monza. Teriam sido 52 no grid, mas um acidente nos treinos tirou de esquadro o Audi #2 de Nathanaël Berthon/Stéphane Richelmi/Bénoit Tréluyer e o Lamborghini #66 de Marco Mapelli/Giovanni Venturini/Luca Filippi, que perdeu os freios no fim da reta e encheu a traseira do carro germânico.

A próxima etapa do Blancpain Endurance Series será em 14 de maio com as 3h de Silverstone. Uma semana antes, também na Inglaterra, haverá a segunda rodada da série Sprint, em Brands Hatch.

4 comentários

  1. Ricardo disse:

    A FIA e a ACO podiam liberar esses GT3 para Le Mans, assim teria uma variedade bem maior de modelos na pista, assim teria uma diferença maior de desempenho também entre os Gt3 e os GTLM, assim como tem dos LMP2 para os LMP1, o que voce acha? abs

  2. gustavo disse:

    Eu assisti alguns momentos da corrida do Blaincpain e foi sensacional,e aproveitando Rodrigo Matar eu queria te perguntar se a corrida da Nascar em Bristol será transmitida hoje segunda feira nos canais Fox Sports,já que a prova foi adiada devido a chuva

  3. Fernando Silva disse:

    Assisti à prova via streaming pelo blog e é impressionante a quantidade de carros que as provas longas do certame da SRO consegue reunir…tem horas que realmente parece a 23 de Maio. Isso porque notei a falta das BMW da Rowe, sempre presentes nessas corridas.
    Faltando menos de meia hora para o fim a disputa ainda estava aberta com a última janela de pits.
    Pena que nenhum canal de tv, aberto ou fechado atualmente se interesse por estas corridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>