MENU

20 de março de 2017 - 09:02Fórmula 3, Porsche GT3 Cup Challenge

Para quem não viu: Porsche Império GT3 Cup e Fórmula 3 Brasil, rodada de Curitiba

RIO DE JANEIRO - No último sábado, mesmo dia em que se disputaram as 12h de Sebring, aconteceu o primeiro Racing Day envolvendo a nova parceria entre a Porsche Império GT3 Cup e a Fórmula 3 Brasil, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais – sem contar o Grande Prêmio, que agora transmite o evento ao vivo em vídeo e áudio.

O tempo, carrancudo desde as primeiras horas da manhã, acabou responsável por muita chuva e pelo posterior cancelamento da prova #2 da categoria principal da Porsche Império GT3 Cup por falta de visibilidade – o que fará os organizadores alocarem esta etapa numa inédita rodada tripla na próxima data, marcada para 5 e 6 de maio.

Os monopostos da Fórmula 3 tiveram suas duas corridas e um grid com 13 carros – o que, se não é muito, já anima diante do panorama desalentador que foi visto quando a única categoria nacional de monopostos ainda estava sob o guarda-chuva da Vicar. A ANEF trabalhou bem e a tendência é que a coisa melhore bastante nas próximas etapas. Guilherme Samaia e Murillo Della Colletta foram os grandes vencedores do fim de semana na categoria principal, enquanto o irmão de Murillo, Marcel Della Coletta, começa o ano com duas vitórias na nova Fórmula 3 Academy, para pilotos com idade inferior a 16 anos (alerta o diligente Luc Monteiro que a idade foi aumentada para 21).

Na Porsche Império GT3 Cup, a divisão Challenge teve domínio de Marçal Muller, enquanto o novato Pedro Costa triunfou na Challenge Sport. E na Cup, Rodrigo Baptista – que também disputará o Pirelli World Challenge nos EUA, superou o gaúcho Miguel Paludo e o paranaense Lico Kaesemodel, que partiu da pole position, para vencer a única corrida que acabou se disputando em Curitiba. Na Master, os pontos da vitória ficaram com Tom Valle e Marcel Visconde foi o primeiro na categoria Sport.

Fiquem com a íntegra do evento disputado em Curitiba. Narração do sempre excelente Luc Monteiro e comentários de Marcelo Gomes.

8 comentários

  1. Fernando Anholon disse:

    Rodrigo, muito bom dia/ boa tarde / boa noite.
    Quero te agradecer pelo ótimo trabalho que faz e te parabenizar pela incrível eficácia que demonstra em postar sobre o mundo do automobilismo. Eu moro na Alemanha e aqui as pessoas sao afficcionadas por velocidade também, mas nao há sites e blogs dignos para se acompanhar infelizmente.
    Nao existe um dia em que levanto de manha e tomo meu café lendo e acompanhando tudo o que posta. Além, claro, de te acompanhar na telona =).

    Elogiar nao é o ponto muito forte da nossa geracao, mas quero que saiba que seu trabalho é extraordinário e que tem um leitor fiel em qualquer parte desse planeta.

    Forte abraco!

  2. Rafael Cejulio disse:

    Assistir a Porsche Cup da um pontinha de inveja de acelerar uma dessas máquinas, até porque pra mim, Porsche é sinônimo de competição pura.
    O competente Dener que comanda a categoria que se mostra muito organizada e equilibrada, um baita exemplo de competência e trabalho sério.
    Mattar, você tem ideia do custo aproximando da categoria?

  3. Fernando Silva disse:

    Dener Pires já fez de cara o que a Vicar não conseguiu em duas temporadas completas: Aumentar o grid da F3.
    Talvez ele fosse o único com capacidade técnica para salvar a agora moribunda/doente terminal Fórmula Truck…embora eu duvide que ele queira assumir a bomba.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Fernando, deixa eu corrigir. O mérito não é propriamente do Dener, mas da ANEF (Associação Nacional das Equipes de Fórmula). Esses sim trabalharam para melhorar o grid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>