MENU

8 de março de 2017 - 14:56IMSA Weather Tech SportsCar Championship

IMSA: anunciados 46 carros para as 12h de Sebring

2016 WeatherTech SportsCar Championship Sebring 12 Hours

A sempre tradicional 12h de Sebring será disputada no próximo dia 18 de março com 46 carros na primeira lista divulgada pela IMSA

RIO DE JANEIRO - A International Motor Sports Association (IMSA) divulgou hoje a primeira lista de inscritos para a 65ª edição das 12h de Sebring. Marcada para o próximo dia 18, a tradicional corrida da Flórida é a segunda prova do Weather Tech SportsCar Championship e também vale pela segunda etapa da Tequila Patrón North American Endurance Cup.

Um total de 46 carros foi anunciado para o evento: serão 11 bólidos na classe Prototype, quatro na Prototype Challenge, dez na GTLM e 21 na GTD, mais uma vez com o maior contingente de inscritos.

Lista de inscritos para as 12h de Sebring AQUI

Divisão principal da série, a Prototype terá três brasileiros no plantel: Pipo Derani no #2 da Tequila Patrón ESM, Bruno Senna no #22 da mesma escuderia e Christian Fittipaldi no #5 da Mustang Sampling AX Racing. Duas caras novas em relação às 24h de Daytona surgem na lista de entradas: Alex Lynn, já anunciado anteriormente como o substituto de Max Angelelli no #10 da Konica Minolta Wayne Taylor Racing nas provas longas e Marino Franchitti no #70 da Mazda/SpeedSource.

Tanto no NAEC quanto no IWSC, a tripulação do #10 lidera o campeonato. A trinca do #5 da Mustang Sampling/AX Racing ocupa o 2º lugar no campeonato e a tripulação do #90 da Visit Florida.com Racing está na 3ª posição da tabela.

Na Prototype Challenge, a única mudança em relação a Daytona é a diminuição do plantel em um bólido: a Starworks de Peter Baron só vai levar o carro #8 e James Dayson é o único nome confirmado até o momento. A BAR1 oficializou Daniel Burkett no #20 ao lado de Don Yount e Buddy Rice. A Performance Tech faturou tudo na primeira prova do ano e chega com a liderança embaixo do braço tanto na classificação geral do campeonato como no NAEC.

A classe GTLM terá 10 carros com a adição de um terceiro Ford GT inscrito pela Chip Ganassi Racing – desta vez, da equipe do WEC só estará presente o trio do #68 que disputou a prova de Daytona com Olivier Pla/Billy Johnson/Stefan Mücke. Outra novidade é que a BMW que correu com o número #19 na abertura da temporada volta a ostentar o #25. Nem Augusto Farfus e tampouco Tony Kanaan estarão presentes nas 12h de Sebring desta vez.

Se na classificação geral a liderança é da trinca Dirk Werner/Joey Hand/Sébastien Bourdais, que somam 35 pontos, no NAEC o trio da Porsche formado por Dirk Werner/Fred Makowiecki/Patrick Pilet está no topo da classificação após a prova de abertura da temporada.

Na classe GTD, além das já previstas ausências da Aston Martin Racing, Spirit of Race, Konrad Motorsport, Manthey Racing e de um dos dois Lamborghini da GRT Grässer Racing Team vistos em Daytona, a TRG também não estará presente em Sebring, no que se constitui talvez na única surpresa da lista.

Entre os pilotos, a GRT Grässer Racing Team anunciou Richard Antinucci, sobrinho de Eddie Cheever, no carro #11 junto a Mirko Bortolotti, Rolf Ineichen e Christian Engelhart. E a Ebimotors terá o italiano Michele Beretta junto aos compatriotas Emanuele Busnelli e Fabio Babini, mais o francês Emmanuel Collard. Na Alegra Motorsports, Spencer Pumpelly ganha uma chance junto a Carlos De Quesada, Daniel Morad e Michael Christensen.

O campeonato mostra a liderança nas mãos da tripulação da Alegra Motorsports que venceu as 24h de Daytona, mas no NAEC quem comanda é a turma do carro #93, que tem entre os pilotos o brasileiro Oswaldo Negri.

O  canal Fox Sports 2 prevê a transmissão AO VIVO da reta final das 12h de Sebring no sábado, dia 18 de março, após a corrida da Xfinity Series da Nascar em Phoenix. A largada será às 11h40 pelo horário de Brasília e a chegada, obviamente, é às 23h40.

8 comentários

  1. José Carlos Marcondes de Bueno disse:

    Mattar, eu gostaria de saber porque as pontuações da temporada regular e do NAEC são diferentes? Se só teve uma corrida, válida pelos dois certames, os líderes não deveriam ser os mesmos em ambas as categorias? Um grande abraço e mantenha o bom trabalho!

    • Rodrigo Mattar disse:

      São diferentes porque no NAEC a pontuação é assim: 5-4-3 para os três primeiros colocados e 2 para qualquer posição de 4º em diante. E os pontos foram aferidos nas 24h de Daytona de acordo com a classificação na 6ª hora, 12ª hora, 18ª hora e ao final da disputa.

  2. Diego Ximenes disse:

    Rodrigo, desculpe se esta for uma pergunta cretina: qual a diferença entre uma Ferrari 488 da GTLM e a Ferrari da classe GTD? Só vi a marca do pneu…

    • Rodrigo Mattar disse:

      A GTLM é homologada para o regulamento ACO/FIA e a GTD para o regulamento GT3 da FIA. Tirante isso, diante do fato do conjunto mecânico ser exatamente o mesmo a potência da 488 GTE é maior, já que o “Boost Ratio” do boletim da IMSA aponta que a pressão do turbo do carro GTLM é superior a do GTD.

  3. Caio disse:

    Rodrigão, meu rei, fico triste em constatar que voce também deve ter sido demitido, como o Sérgio Lago, já que não tem estado mais nas últimas transmissões automobilisticas do canal.

    Confesso que quando percebi que o Lago tinha sido ceifado, também temi por seu emprego. Acho que eles quizeram cortar custos com 2 profissionais que são exclusivos do automobilismo enquanto que outros como Hamiton Rodrigues e Felipe Motta são coringas que são usados pro futebol também

    Agora terei de aturar, ou não, o Edgardenal de Mello Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>