MENU

21 de março de 2017 - 16:38Automobilismo Internacional

Euroformula Open: categoria faz últimos preparativos para a temporada 2017

hi_502_0417 09 203

Campeão brasileiro de F3 no ano passado, Matheus Iorio é um dos quatro pilotos do país que disputará o Euroformula Open; o piloto escolheu a Campos para sua primeira temporada internacional

RIO DE JANEIRO - A exemplo do International GT Open, a Euroformula Open começa o campeonato deste ano no final de abril, em rodada dupla marcada para o circuito português do Estoril. Enquanto a temporada não começa, a categoria dá um show em como preparar um piloto para os desafios que vêm por aí.

O número de horas na pista durante a pré-temporada é fundamental: só nestes dois dias de testes que acontecem em Jerez de la Frontera, na Espanha, serão 12 horas de pista – metade de um dia inteiro – aberta para os jovens pilotos da categoria. Sem contar a iniciativa de realização de uma minitemporada de inverno, com mais quatro horas de treinos coletivos em Barcelona e duas corridas (mais treinos) disputadas na pista francesa de Paul Ricard.

Além disso, o certame tem uma relação custo-benefício mais baixa e melhor que a Fórmula 3 Europeia e seus monopostos – todos têm motor Toyota 2 litros, em conformidade com o regulamento FIA – são os mesmos Dallara F312 da competição continental. Ou seja: não fica em absolutamente nada a dever aos coirmãos. Além da diferença mecânica, uma vez que o EF Open aposta no conceito de fornecedor único, enquanto no Europeu as equipes têm a possibilidade de escolha principalmente entre Mercedes-Benz e Volkswagen, os pneus são da Michelin, enquanto a F-3 Euro anda com os compostos da coreana Hankook.

Os pilotos brasileiros foram atraídos pelo pacote competitivo e pelas referências das performances de Vítor Baptista no ano de seu título em 2015. Quatro nomes egressos da F-3 Brasil aportam no EF Open em 2017, todos querendo repetir, é claro, o feito do conterrâneo que inclusive acabou de voltar para o automobilismo nacional, como o principal nome da Fórmula 3: o carioca Thiago Vivacqua e o atual campeão brasileiro Matheus Iorio defenderão a tradicional Campos Racing; Pedro Cardoso estará na Téo Martin Motorsport e Christian Hahn defenderá a Drivex.

Nos testes que se realizaram hoje em Jerez de la Frontera, Vivacqua foi o 6º mais rápido – 1’36″050, seguido por Pedro Cardoso (1’36″248) e Matheus Iorio (1’36″760). Christian Hahn fez 1’37″ cravados e ficou em 11º entre 17 pilotos que treinaram. O indiano Ameya Vaidyanathan foi o melhor desta terça-feira, ao rodar em 1’35″212 com um dos carros da Carlin. O canadense Devlin DeFrancesco foi o segundo e o alemão Jannes Fitje ficou com o terceiro melhor tempo. Os pilotos voltam à pista amanhã para mais seis horas de treinos coletivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>