MENU

19 de março de 2017 - 12:11Música

Chuck Berry, o pai do rock and roll

RIO DE JANEIRO - “Se você tivesse que dar um outro nome ao rock and roll, você deveria chamá-lo de Chuck Berry”.

A frase acima foi proferida por John Lennon, que era devoto do guitarrista desde os tempos de Quarrymen em Liverpool e os dois chegaram a tocar juntos nos anos 1970, com John em êxtase por dividir palcos com o ídolo.

Fonte de inspiração de onze entre dez músicos que decidiram enveredar no maravilhoso mundo do rock, Chuck nos deixou ontem aos 90 anos de idade. Eu estava no meio da transmissão das 12h de Sebring no Fox Sports 2 quando a notícia começou a circular nas redes sociais.

Lenda da música, Charles Edward Anderson Berry nasceu em 18 de outubro de 1926 em St. Louis, no estado do Missouri. Nos anos 1950, enquanto Bill Haley e seus Cometas davam o pontapé inicial para o que hoje conhecemos como o rock and roll, Chuck definiu o estilo e se tornou um ícone para toda uma geração.

Duvido que existissem Beatles, Rolling Stones e Elvis Presley se não tivesse havido Chuck Berry, que imortalizou músicas feito “Roll over Beethoven”, “Rock and Roll Music” e aquela que é o maior clássico de seu repertório, “Johnny B. Goode”.

Chuck Berry forever! Com muito rock and roll na veia!

2 comentários

  1. Leandro disse:

    É Rodrigo, como dizia Raul: “os homens passam e as músicas ficam”.

    Quando descobri a música, em particular o tal do rock and roll, eu não sabia o tamanho do nome Chuck Berry, ele já não ocupava mais os holofotes das mídias, mas eu adorava duas de suas músicas em um CD de coletâneas das décadas de 50, 60 e 70 que um tio meu tinha, uma Johnny B Good a outra na voz de uns rapazes de Liverpool: Roll Over Beethoven. Esta última aparecia em ambos os lados da mix tape que fiz :)

    Com o passar do tempo e as facilidades proporcionadas pela internet pude enfim ler mais a respeito, expandir meu parco conhecimento musical e enfim, pude me emocionar e sorrir ao assistir algumas de suas apresentações.

    Deixo aqui minha reverências a este Mestre que nos deixa.

  2. Fernando Silva disse:

    Nada contra o Elvis, mas podemos dizer que o mundo perdeu o verdadeiro Rei do Rock…assim que li a notícia revesei incontrolavelmente entre a corrida das 12h de Sebring e suas maravilhosas músicas…
    RIP Chuck Berry!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>