MENU

23 de março de 2017 - 10:46Automobilismo Internacional

CAMS Australian GT: Ash Walsh vence corrida #1 em Melbourne

787cd5e0-1de6-4414-8f00-d482a5ef5420

Largada hoje em Melbourne, com Ash Walsh já à frente de Kelvin Van der Linde. O piloto do Audi #44 venceu a primeira na temporada 2017

RIO DE JANEIRO - A abertura da rodada quádrupla do CAMS Australian GT – preliminar do GP da Austrália de Fórmula 1 em Melbourne, no circuito Albert Park – não poderia ter sido melhor. Muitas disputas e uma batalha emocionante pela liderança praticamente do início ao fim. E Ash Walsh, no Audi R8 LMS da Supabarn Supermarkets, conquistou a primeira vitória do carro #44 na temporada.

Walsh ameaçou o domínio do pole position Kelvin Van der Linde já na largada, assumindo a ponta do pelotão de 29 carros. O único piloto que acompanhou o ritmo dos dois foi David Russell, no Lamborghini R-EX da JBS Racing e assim os três ficaram na briga pela liderança.

Depois, Russell perdeu o contato com os dois primeiros e Walsh, que tinha sobra de equipamento, acelerou forte para abrir pouco mais de dois segundos de vantagem e vencer o primeiro evento do fim de semana, fazendo jus aos 25 pontos da vitória.

“Tive Kelvin em meus espelhos retrovisores durante quase toda a corrida, então eu era muito pressionado”, afirmou Walsh. “Era o caso de acelerar e abrir vantagem para o adversário, mas ele (Kelvin) fez um ótimo trabalho”, disse o vencedor.

Daniel Gaunt e Dean Fiore chegaram respectivamente na quarta e quinta colocações, num banho dos Audi R8 LMS – foram quatro carros da marca dos quatro anéis entrelaçados entre os cinco melhores ao fim da prova #1. Glen Wood chegou na 6ª colocação noutro Lamborghini R-EX.

Em sua estreia no CAMS Australian GT, Lewis Williamson conduziu o McLaren 650S da Tekno Autosports ao sétimo posto, seguido por Steven Richards, Cameron McConville e Benny Simonsen, irmão do falecido Allan Simonsen.

Tony Bates, que vinha com a liderança do campeonato após a rodada de Adelaide, chegou apenas em 14º lugar.

A corrida teve um único incidente, envolvendo o ex-piloto de Fórmula 1 Ivan Capelli, que acabou “ralando” sua Lamborghini Huracán num dos muros do circuito montado no Albert Park. Apesar dos danos na dianteira direita, o italiano foi o décimo-quinto, garantindo assim a oitava fila do grid de largada da prova #3, já que o resultado desta corrida define o grid da prova ímpar.

Max Twigg é o pole da prova #2, quebrando uma sequência impressionante de nove etapas com os Audi R8 LMS na linha de frente. Essa corrida é hoje, pelo horário de Brasília, às 20h45 – sexta-feira pela manhã, lá na Austrália.

O resultado da corrida #1 em Melbourne:

1. #44 Ash Walsh
Supabarn Supermarkets Audi R8 LMS
11 voltas em 25’26″450

2. #74 Kelvin Van der Linde
Valvoline/Jamec-Pem Racing Audi R8 LMS
11 voltas em 25’28″582

3. #23 David Russell
JBS Racing – Lamborghini Gallardo R-EX
11 voltas em 25’33″168

4. #124 Daniel Gaunt
KFC – Audi R8 LMS
11 voltas em 25’34″147

5. #9 Dean Fiore
Hallmarc Constructions – Audi R8 LMS
11 voltas em 25’41″699

6. #48 Glen Wood
Interlloy M-Motorsport – Lamborghini Gallardo R-EX
11 voltas em 25’54″435

7. #59 Lewis Williamson
Tekno Autosports – McLaren 650S GT3
11 voltas em 25’54″952

8. #100 Steven Richards
BMW Team SRM – BMW M6 GT3
11 voltas em 25’58″058

9. #6 Cameron McConville
Timken Zagame Motorsport – Lamborghini Huracán GT3
11 voltas em 25’58″493

10. #21 Benny Simonsen
Rosso Verde Racing – Ferrari 458 GT3
11 voltas em 25’59″239

2 comentários

  1. Fernando Anholon disse:

    Rodrigo, se tiver o link do vídeo da corrida para enviar seria incrível =)

    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>