MENU

13 de fevereiro de 2017 - 13:54Rali

WRC: Toyota, 18 anos depois

wrc_0212_01

Um voo para a vitória e para a liderança do campeonato: Jari-Matti Latvala e Mikka Anttila deram à Toyota o primeiro triunfo no WRC após 18 anos (Foto: Toyota Gazoo Racing/Divulgação)

RIO DE JANEIRO - No segundo Rali em seu regresso ao WRC após 18 anos de ausência, a Toyota conquistou a primeira vitória da marca japonesa – o que não acontecia desde o triunfo de Didier Auriol no Rali da China, em 1999. Cortesia de Jari-Matti Latvala e de seu copiloto Mikka Anttila, que foram beneficiados enormemente por mais um evento infeliz envolvendo Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul a bordo do Hyundai i20 WRC #5.

Os belgas lideraram o primeiro dia e começaram o sábado perdendo terreno para a dupla estoniana formada por Ott Tanak/Martin Jarvejoja com o Ford Fiesta WRC #2. A vitória se encaminhava para a dupla da montadora sul-coreana, mas assim como em Monte-Carlo na abertura da temporada, problemas tiraram a dupla de esquadro – no caso, um acidente constrangedor numa especial curtíssima, de menos de 2 km de percurso. Neuville ganhou o SS14 e ainda foi o 2º colocado do Power Stage de Torsby, para ganhar mais alguns pontinhos no campeonato e chegar em 13º lugar na geral.

Latvala/Anttila foram os melhores no SS13 e depois a dupla finlandesa ficou com o melhor tempo nas três últimas especiais – inclusive o SS18. Dentro da nova regra, o piloto chegou aos 30 pontos no Rali da Suécia, atingindo o máximo permitido numa etapa, já que o Power Stage agora oferece cinco pontos extras ao piloto mais rápido. E melhor: Latvala sai dessa etapa como o novo líder do campeonato, somando agora 48 pontos na classificação.

Tanak/Jarvejoja ganharam nada menos que quatro especiais seguidas no sábado, antes do cancelamento da SS12 em Knon. Chegaram a ficar menos de quatro segundos atrás de Latvala quando o finlandês assumiu o comando na geral, mas no domingo perderam terreno nos trechos decisivos e acabaram em segundo, a menos de 30″ dos vencedores.

Sébastien Ogier e Julien Ingrassia não incomodaram em nenhum momento e a dupla tetracampeã mundial inclusive ficou totalmente fora de esquadro após uma rodada que fez o Ford #1 perder terreno logo no comecinho da SS16 em Likenäs. Acabou com isso em 3º lugar, resultado que deixa o francês a quatro pontos de Latvala na classificação do campeonato.

Sem ser muito espetacular, Dani Sordo acabou por salvar o fim de semana da Hyundai, enquanto Craig Breen fez o mesmo pela Citroën em sua estreia a bordo do novo C3 WRC. Com Kris Meeke se atrasando no sábado, coube a Breen somar 10 preciosos pontos – se bem que no Mundial de Construtores, os franceses já levam uma lavada da Ford, líder com 73 pontos somados contra 53 da Toyota, 40 da Hyundai e apenas 26 da Citroën.

Hayden Paddon não teve chance alguma durante o fim de semana e limitou-se a ser apenas o 7º colocado, atrás do terceiro Ford Fiesta oficial de fábrica guiado por Elfyn Evans, em boa performance apesar dos pneus Dmack. Stéphane Lefévbre, com um Citroën DS3 do ano passado, teve a chance de somar mais quatro pontos no campeonato.

No WRC2, a vitória foi do sueco Pontus Tidemand a bordo de um Skoda Fabia, que fechou a disputa no top 10, à frente de Teemu Suninen num Ford Fiesta. O norueguês Ole Christian Veiby completou o pódio 100% nórdico nesta divisão.

A 3ª etapa do Mundial de Rali é o Rali do México, que será disputado entre os dias 9 e 12 de março na altitude de Guanajuato, 2.300 metros acima do nível do mar e próxima a Leon.

Resultado final do Rali da Suécia:

1 – Latvala-Anttila (Toyota Yaris WRC ’17) – 2.36’03”6
2 – Tanak-Jarveoja (Ford Fiesta WRC ’17) + 29”2
3 – Ogier-Ingrassia (Ford Fiesta WRC ’17) + 59”5
4 – Sordo-Marti (Hyundai i20 WRC ’17) + 2’11”5
5 – Breen-Martin (Citroen C3 WRC ’17) + 2’51”2
6 – Evans-Barritt (Ford Fiesta WRC ’17) + 3’26”6
7 – Paddon-Kennard (Hyundai i20 WRC ’17) + 5’31”2
8 – Lefebvre-Moreau (Citroen DS3 WRC) + 7’14”7
9 – Tidemand-Andersson (Skoda Fabia R5) + 9’11”1
10 – Suninen-Markkula (Ford Fiesta R5) + 10’02”9

Classificação do Mundial após duas etapas:

1. Jari-Matti Latvala – 48 pontos
2. Sébastien Ogier – 44
3. Ott Tanak – 33
4. Dani Sordo – 25
5. Craig Breen – 20
6. Elfyn Evans – 18
7. Stéphane Lefévbre – 10
8. Thierry Neuville – 8
9. Hayden Paddon – 7
10. Andreas Mikkelsen – 6
11. Jan Kopecky – 4
12. Juho Hänninen – 3
13. Kris Meeke e Pontus Tidemand – 2
15. Bryan Bouffier e Teemu Suninen – 1

8 comentários

  1. Daniel disse:

    Boa tarde, será que a Citroen já está pensando em recrutar Loeb de volta? O que achas Rodrigo?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não acho que isso seja possível. Apesar da Citroën ser do mesmo grupo da Peugeot (PSA), trata-se de uma hipótese pouco plausível. O Loeb está mais focado no RX e no Cross-Country com a Peugeot.

  2. José Carlos disse:

    Realmente emocionante a vitória da Toyota após 18 anos! E desta vez, depois de duas vitórias consecutivas do francês Ogier em 2015 e 2016, o rally foi vencido por um finlandês ao volante de um carro de marca nipônica, mas totalmente desenvolvido na Finlândia, por uma equipe predominantemente finlandesa, em uma competição que ao longo de sua longa história revela uma imensa maioria de pilotos nórdicos como vencedores.

    Assim, além de ter sido uma grande festa para os finlandeses, essa vitória teve também para os nórdicos em geral um sabor de “reconquita de território”, pois durante os primeiros 30 anos do Rally da Suécia, entre 1950 e 1980, todos os vencedores foram suecos, incluindo os legendários campeões mundiais Bjorn Waldegaard e Stig Blomqvist. Mas a partir da vitória de Hannu Mikkola em 1981, houve uma grande sucessão de vitórias obtidas entre pilotos finlandeses e suecos, além de uma vitória do norueguês Petter Solberg em 2005, sendo os franceses Sebastien Loeb e Ogier os únicos pilotos não nórdicos a vencerem o rally.

    Prezado Rodrigo Mattar, concluindo meu comentário sobre esse tradicional rally escandinavo, aproveito para te fazer um convite, adiantando também que com alguma frequência estou envolvido em ações em prol do rally de velocidade aqui no nosso estado do Rio de Janeiro. Neste aspecto, tive a satisfação de ter participado ativamente na organização das duas edições do Rally de Penedo. Em 1999 válido pelo Campeonato Brasileiro e em 2009 válido pela Copa Peugeot, quando houve inclusive a participação de uma dupla finlandesa na prova: http://webventureuol.uol.com.br/h/noticias/quarta-etapa-da-copa-peugeot-contara-com-dupla-finlandesa/26283

    http://yle.fi/uutiset/3-5285459

    Ambos eventos foram em comemoração aos respectivos 70 e 80 anos da Colônia Finlandesa de Penedo, fundada aqui na região serrana do sul do estado por imigrantes daquele belíssimo país nórdico.

    Desta forma, mesmo que ainda faltem dois anos para o aniversário de 90 anos da colônia, já estou me programando no sentido de planejar junto à comunidade local a terceira edição do evento. E assim, te convido para que logo que possível venha passar um fim de semana ou feriado conosco em Penedo, tendo então algum contato com a cultura finlandesa e se inteirando um pouco acerca da realização dos eventos, sobre os quais a propósito tenho guardado um bom material, incluindo os DVDs dos programas de TV com a cobertura de ambas edições da prova.

    Finalizando, como no momento este é o único canal que tenho para contato direto com você, te informo também o meu e-mail rallymail@bol.com.br , para que assim possamos nos comunicar e através do qual poderei te enviar mais informações sobre essas e demais ações pró-rally já realizadas.

  3. Lauro disse:

    Interessante essa participação de uma dupla finlandesa correndo em uma colônia finlandesa aqui no Brasil. Pesquisei na web sobre o piloto e o navegador e vi alguns vídeos deles na neve! Como foi o desempenho deles nesse rally em Penedo??

  4. José Carlos disse:

    Boa noite Lauro,

    Eles ficaram com a segunda colocação na prova, perdendo somente para a dupla campeã da categoria naquele ano, Marcos Tokarski/Kana Ribeiro. Um resultado considerado muito bom pela própria dupla finlandesa, pois nunca haviam competido com carros de tração dianteira no país deles, onde boa parte dos pilotos ainda hoje começa com carros de tração traseira, passando depois aos de tração integral.

    Da mesma forma, o resultado foi muito bom para nós, já que mostramos que também temos muitos bons pilotos de rally aqui no Brasil. Vale lembrar que embora na época a dupla fosse bem jovem, com o piloto Jussi Tiippanna aos vinte anos de idade, eles já disputavam o campeonato finlandês como dupla oficial da Tommi Makinen Racing, com um Subaru Impreza de tração integral.

    Algum tempo depois, eles mudaram de equipe e deixaram de formar dupla, tendo o navegador Marko Salminen inclusive conquistado há poucos anos o título nacional na categoria principal em outra equipe, navegando o multicampeão finlandês Juha Salo.

    Mas apesar disso, justo este ano Marko está de retorno aos quadros da Tommi Makinen Racing, tendo competido inclusive neste fim de semana no Rally da Suécia, na categoria WRC2, ao lado do piloto japonês Takamoto Katsuta em um Ford Fiesta R5. Tanto o referido piloto como Hiroki Arai, filho do multicampeão mundial do Grupo N Toshi Arai, competem dentro da estrutura de Makinen visando a futura inclusão de pilotos japoneses ao lado de finlandeses na Toyota Gazoo Racing, certamente quando a equipe estiver bem mais estruturada e dispondo de três ou mais carros competindo.

    Um abraço!

  5. Paulo Roberto disse:

    Assisti há pouco no Fox2 ao resumo do primeiro dia do Rally da Suécia. Show de imagens, com velocidades e derrapagens incríveis na neve!!!
    Sobre a colônia finlandesa, também pesquisei no google sobre Penedo e vi que tem até um museu finlandês lá, onde também há material sobre rally, como esta miniatura do 1º Rally de Penedo:
    https://www.tripadvisor.com.br/LocationPhotoDirectLink-g2427181-d2424412-i129631038-Museu_Finlandes_Dona_Eva-Penedo_Itatiaia_State_of_Rio_de_Janeiro.html

  6. José Carlos disse:

    Retornando a este tópico sobre o Rally da Suécia, para cumprimentar o Rodrigo Mattar e o Felipe Motta pela cobertura da prova no canal Fox Sports 2, tive a satisfação de encontrar o comentário acima, do leitor Paulo Roberto, mencionando o museu finlandês de Penedo.

    Acrescento então que o museu, fundado há muitos anos pela Sra. Eva Hilden, imigrante finlandesa já falecida, conta com bastante informação sobre automobilismo. Além do display que aparece no link (com a réplica em miniatura do Mitsubishi Lancer Evo V de Ulysses Bertholdo, vencedor do 1º Rally de Penedo), há textos e fotos sobre a modalidade em geral e sobre os diversos finlandeses campeões mundiais de rally e Fórmula 1. Poderão ver um pouco disso em imagens nesta matéria, publicada já faz algum tempo no site do Octeto Racing Team, que inclui outras atrações turísticas da cidade:

    http://www.octetort.com/2010/03/um-pedacinho-da-finlandia-no-brasil.html

    Para complementar, deixo também à disposição dos eventuais interessados em conhecer Penedo o e-mail informado em meu primeiro comentário, publicado mais acima, por ocasião do convite feito ao Rodrigo Mattar.

    Abraços a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>