MENU

19 de janeiro de 2017 - 19:01Mundial de Endurance

WEC 2017 – Silly Season, classe LMGTE-AM

wec-2016-paul-ricard-AF-Corse

Campeã mundial da LMGTE-AM em 2016, a AF Corse deve mais uma vez inscrever uma Ferrari, desta vez uma 488 GTE

RIO DE JANEIRO - A menos de duas semanas do anúncio oficial da lista de inscritos para a temporada 2017 do FIA World Endurance Championship e a cinco do fechamento propriamente dito das inscrições, o blog fecha a Silly Season do WEC com a classe LMGTE-AM, que neste ano sofre uma importante mudança de regulamento, com a abertura para os carros novos como a Ferrari 488 GTE, por exemplo. O panorama ainda não está definido e tampouco é dos mais favoráveis. Apenas três carros estão por enquanto confirmados e espera-se que outras inscrições apareçam de última hora. Mas é bom não ter prognósticos muito otimistas…

Vamos à situação atual:

Clearwater Racing (1 carro – confirmado)

A primeira equipe de Cingapura a participar do FIA WEC confirmou no fim de semana da 3ª etapa do Asian Le Mans Series no circuito de Buriram International a sua participação a tempo inteiro na classe LMGTE-AM em 2017. Vão com uma Ferrari 488 GTE assistida pela AF Corse e com os mesmos pilotos que vêm disputando o certame asiático: o irlandês Matt Griffin, o japonês Keita Sawa e o malaio (nascido em Cingapura) Mok Weng Sun. Ano passado, a Clearwater Racing teve uma boa participação nas 24h de Le Mans, conquistando a 4ª posição na categoria.

Carro: Ferrari 488 GTE
Motor: Ferrari F154CB 3,9 litros V6 Turbo
Pilotos: Mok Weng Sun/Keita Sawa/Matt Griffin

AF Corse-Vista Jet Racing (1 carro – confirmado)

Com a saída de François Perrodo e Emmanuel Collard, campeões do ano passado junto ao português Rui Águas, para um programa LMP2, Amato Ferrari fechou com novos clientes para o programa LMGTE-AM visando a temporada 2017. Thomas Flöhr e Francesco Castellacci já estão garantidos, restando definir o terceiro piloto de melhor graduação.

Carro: Ferrari 488 GTE
Motor: Ferrari F154CB 3,9 litros V6 Turbo
Pilotos: Thomas Flöhr/Francesco Castellaci/a definir

Aston Martin Racing (1 carro – provável)

A Aston Martin Racing deve seguir com pelo menos um carro na LMGTE-AM, sem a definição do modelo a ser usado – se o carro de 2016 ou a versão 2014/15 do bólido britânico. Tudo indica que o trio será o mesmo: Paul Dalla Lana/Mathias Lauda/Pedro Lamy. A hipótese de um segundo carro a ser capitaneado por Khaled Al Qubaisi está descartada: o piloto dos Emirados Árabes deve ter um ano sabático por conta de compromissos profissionais.

Carro: Aston Martin Vantage GTE
Motor: Aston Martin 4,5 litros V8
Pilotos: Paul Dalla Lana/Mathias Lauda/Pedro Lamy

Proton Competition (1 carro – provável)

A escuderia alemã deve reduzir seus esforços em 2017 para apenas um Porsche 991 RSR, considerando que no último campeonato alinharam três bólidos – um deles em parceria com a KCMG, que neste ano está fora de questão, posto que os orientais miram o retorno à classe LMP2. Christian Ried não terá na equipe o dinamarquês David Heinemeier-Hänsson, que foi para a Rebellion Racing e muito menos Khaled Al Qubaisi. O piloto busca parceiros para viabilizar a participação do time.

Carro: Porsche 991 RSR
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pilotos: a confirmar

Larbre Competition (1 carro – provável)

Em meio a mais um fracassado esforço para fazer a Larbre Competition representar a Corvette em caráter oficial no FIA WEC, a equipe de Jack Lecomte tem um problema: o Corvette C7-R visto nas pistas no ano passado teria sido comprado por Yutaka Yamagishi e não está claro se o piloto japonês tem planos de alinhar o bólido na temporada 2017 com a equipe francesa.

Carro: Chevrolet Corvette C7-R
Motor: Chevrolet LS5 5,5 litros V8
Pilotos: a confirmar

Gulf Racing UK (1 carro – pouco provável)

Apesar de uma razoável campanha no FIA WEC em seu ano de estreia na LMGTE-AM, é mais provável que a Gulf Racing opte por manter a estrutura ativa no European Le Mans Series. Nos sites internacionais, pouco ou nada se fala sobre mais um empenho dos britânicos no Mundial de Endurance para a próxima temporada.

Carro: Porsche 991 RSR
Motor: Porsche 4 litros Flat 6
Pilotos: a confirmar

Total:

Full Season – 4-5 carros
24h de Le Mans – 4-5 carros

2 comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Se levarmos em conta que não é a opção mais cara (não estou dizendo que é barato…) para correr, bem que algum dono de equipe brasileiro e/ou sulamericano poderia alinhar um carro usado para a temporada, não acham? No Brasil temos pilotos muito bons com carros GT e que fariam bonito por lá como Serrinha, Jimenez e Valdeno Brito, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>