MENU

9 de janeiro de 2017 - 15:10Mundial de Endurance

FIA WEC: Senna e Prost parceiros na Rebellion; Canal e Heinemeier-Hänsson completam o lineup

GT3_0053_691

David Heinemeier-Hänsson é um dos novos pilotos da Rebellion Racing para 2017 no FIA WEC: o dinamarquês radicado nos EUA será parceiro do brasileiro Nelsinho Piquet no carro #13

RIO DE JANEIRO - Definido o lineup de pilotos da Rebellion Racing para a disputa do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC) na temporada 2017. Hoje, a equipe anglo-suíça confirmou os pilotos de graduação prata contratados para completar a tripulação. O dinamarquês David Heinemeier-Hänsson, de 37 anos e o francês Julien Canal, três anos mais novo, foram os escolhidos por Bart Hayden para competir com os quatro outros nomes já anunciados pelo time – entre eles os brasileiros Bruno Senna e Nelsinho Piquet, bem como o francês Nicolas Prost.

E a Rebellion traz, quase três décadas depois da McLaren na Fórmula 1, os sobrenomes Senna e Prost não só na mesma equipe – como também no mesmo carro. Os dois vão guiar o Oreca 07 Gibson LMP2 #31 do time junto a Julien Canal. Heinemeier-Hänsson foi anunciado como o terceiro piloto do #13 junto a Piquet e ao suíço Mathias Beche.

7782514990_julien-canal

Nascido em Le Mans, Julien Canal formará a tripulação do carro #31 com Nicolas Prost e o brasileiro Bruno Senna

Heinemeier-Hänsson vai para sua quinta temporada no WEC – terceira com Esporte-Protótipo, já que em 2013 ele defendeu a OAK Racing e em 2015 fez parte da Tequila Patrón ESM. Em 33 corridas na categoria, tem seis vitórias, todas na classe LMGTE-AM (quatro defendendo a Aston Martin Racing e duas pela Abu Dhabi Racing-Proton ano passado). Venceu as 24h de Le Mans em sua categoria há très anos e foi campeão mundial na divisão dos pilotos menos graduados em 2014.

Canal regressa ao WEC após defender a Greaves Motorsport no último campeonato do ELMS. Pela Larbre Competition e G-Drive Racing, o francês tem 32 provas no Mundial de Endurance. Foi campeão da LMP2 em 2015 – em 2012, não havia pontuação específica para a classe LMGTE-AM, mas pelo critério atual, ele e Patrick Bornhauser teriam conquistado o título daquele ano. Julien tem onze vitórias na competição – oito na classe LMP2 e três na LMGTE-AM. Julien largou sete vezes nas 24h de Le Mans, com três vitórias – uma na LMGT1 e duas na LMGTE-AM, além de mais um pódio em 2015.

4 comentários

  1. Dennis disse:

    Rodrigo, qual a graduação dos seis pilotos da Rebellion?

  2. Fernando Silva disse:

    Esse curriculo do Julien Canal só mostra que o fato do piloto ser de graduação inferior não necessariamente quer dizer mau piloto…digamos que, no mínimo, ele não compromete. O mesmo não podemos dizer de outros como John Pew.

    • Rodrigo Mattar disse:

      O John Pew era um diletante na mais pura acepção da palavra. Até melhorou bastante, mas continuava muito lento. O Canal é semi-profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>