MENU

15 de outubro de 2016 - 11:51Mundial de Endurance

6h de Fuji: Audi conquista pole no treino mais disputado do ano

WEC Fuji 2016

Nos boxes, Loïc Duval, Lucas Di Grassi e Dr. Wolfgang Ulrich comemoram mais uma pole da Audi no Mundial de Endurance (Foto: Divulgação)

RIO DE JANEIRO - Seis carros num intervalo de pouco mais de meio segundo – precisamente 0″564. Num dos treinos de classificação mais frenéticos e disputados de toda a temporada do Mundial de Endurance, as três principais marcas concorrentes na LMP1 brigaram até o fim dos 20 minutos de treino pela pole position. E quem levou a melhor foi a Audi.

Graças a uma volta voadora de Loïc Duval em 1’23″286, o francês e o brasileiro Lucas Di Grassi conquistaram para o carro #8 do construtor alemão a média mais rápida do sábado e o ponto extra da pole position. E não foi nada fácil: o Porsche guiado por Mark Webber e Timo Bernhard nas voltas de qualificação foi superado por apenas 0″025.

A Audi conquistou a 5ª pole no ano e foi a segunda da trinca que ainda tem chances matemáticas de título – a primeira foi na etapa do México.

“Meus pneus estavam melhores no início, mas tive de abortar minha primeira volta rápida por causa de carros mais lentos na pista. Estou feliz que isso ainda foi suficiente no final”, comentou o piloto brasileiro, satisfeito com o resultado.

O equilíbrio entre as principais marcas do FIA WEC foi evidenciado pela boa performance da Toyota, que colocou seus dois carros na segunda fila. Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima levaram o #5 ao terceiro lugar do grid a 0″169 da pole, com o #6 em quarto a dois décimos.

Líderes do campeonato, Neel Jani/Marc Lieb/Romain Dumas largam da sexta posição. Após a vitória nas 24h de Le Mans, as performances da trinca vêm caindo consideravelmente de produção em relação aos adversários.

Entre os LMP1 não oficiais, a Rebellion Racing bateu a rival ByKolles por praticamente um segundo para garantir a 7ª posição do grid. O time suíço faz suas últimas corridas na categoria e uma definição acerca do futuro da equipe está prevista para a próxima etapa, na China.

2016-6-Heures-de-Fuji-Adrenal-Media-GT7D2004_hd

Roman Rusinov comemora mais uma pole para a G-Drive Racing na divisão LMP2 (Foto: Gabi Tomescu/AdrenalMedia.com)

Na categoria LMP2, a G-Drive Racing faturou a quinta pole position do Oreca Nissan #26 em sete etapas. Will Stevens substituiu René Rast à altura, e junto ao russo Roman Rusinov, os dois conseguiram a melhor média da sessão de classificação – 1’31″698, dois décimos de segundo abaixo do Alpine tripulado por Gustavo Menezes e Nicolas Lapierre.

Antonio Giovinazzi e Sean Gelael foram as boas surpresas do treino oficial: com o Ligier Nissan #30 da Extreme Speed Motorsports, os novatos no Mundial andaram muito bem e conquistaram o 3º melhor tempo – cinco posições à frente do #31 nas cores da Tequila Patrón guiado por Ryan Dalziel e Chris Cumming. Pipo Derani não participou da tomada de tempo, desta vez.

Derani recebeu também uma bela notícia: os dirigentes do FIA WEC selecionaram o piloto brasileiro para o teste de novatos que acontecerá no Bahrein após a última etapa do ano – para testar num dos três LMP1 oficiais de fábrica. Ele, Antonio Giovinazzi e Gustavo Menezes terão a oportunidade de andar nos mísseis da classe principal: o Porsche 919 Hybrid, o Toyota TS050 Hybrid e o Audi R18 e-tron quattro.

O Ligier JS P2 Nissan do brasileiro Bruno Senna e seus parceiros Filipe Albuquerque e Ricardo González, responsáveis pela classificação, ficou com o 5º tempo no treino oficial – 13º na geral. “Tivemos problemas com o tráfego e demoramos a encaixar voltas rápidas”, explicou Albuquerque. “Foi um treino muito disputado e a corrida será longa. Tudo pode acontecer”, disse o português.

2016-6-Heures-de-Fuji-Adrenal-Media-GT7D9846_hd

Primeira pole no WEC para Olivier Pla e Stefan Mücke a bordo do Ford GT EcoBoost (Foto: Gabi Tomescu/AdrenalMedia.com)

A Ford fez 1-2 entre os carros da divisão LMGTE-PRO: Olivier Pla e Stefan Mücke conquistaram a primeira pole position do EcoBoost da Chip Ganassi Racing no Mundial de Endurance – o carro já havia feito o melhor tempo nas 24h de Le Mans, mas foi com a inscrição do IMSA Weather Tech SportsCar Championship.

A sequência de três poles da Aston Martin foi quebrada com o tempo de 1’37″681, enquanto Harry Tincknell e Andy Priaulx fecharam a dobradinha em 1’37″925. A marca do oval azul de Detroit dominou todos os treinos das 6h de Fuji, incluindo as sessões livres.

O BoP da prova japonesa que beneficiou o Porsche 991 RSR não resultou muito: o carro da Dempsey Racing-Proton foi o fecha-raia da categoria, apesar de estar com 20 kg a menos no peso mínimo. Os Aston Martin, punidos com a perda de entrada de ar do motor, resultando em menos potência para os carros ingleses, também foram superados pelas duas Ferrari 488 GTE da AF Corse.

Mas na LMGTE-AM, o construtor britânico fez a festa: Paul Dalla Lana e Pedro Lamy conquistaram mais um ponto extra na temporada com o #98 que ainda terá o austríaco Mathias Lauda na corrida deste domingo. Com o tempo de 1’39″490, eles superaram por quase quatro décimos de segundo a Ferrari #83 da AF Corse, que lidera o campeonato. A Larbre Competition conquistou o 3º tempo da categoria com seu Corvette C7-R, seguida dos três Porsche 991 RSR inscritos.

As 6h de Fuji começam às 23h de Brasília neste sábado – lembrando que a partir da meia-noite os relógios serão adiantados no Distrito Federal e em vários estados, por conta do início do horário brasileiro de verão.

4 comentários

  1. Marcelo Monteiro disse:

    A Fox Sports vai transmitir a corrida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>