MENU

7 de maio de 2016 - 17:29Mundial de Endurance

Di Grassi conquista vitória histórica no WEC

WEC Spa 2016

Momento histórico: 29 anos após o título mundial de Raul Boesel, Lucas Di Grassi coloca novamente o Brasil no topo do pódio numa prova do Mundial de Endurance (Foto: P1 Media Relations/Divulgação)

RIO DE JANEIRO - Havia 29 anos um piloto brasileiro não ganhava qualquer prova do Mundial de Endurance. O último foi Raul Boesel, consagrado campeão entre os pilotos em 1987. Coincidentemente, o triunfo fora em Spa-Francorchamps. E foi na pista da Bélgica, uma das mais celebradas do automobilismo mundial, que Lucas Di Grassi finalmente quebrou um incômodo tabu e conquistou seu primeiro triunfo no FIA WEC.

As 6h de Spa-Francorchamps disputadas hoje com sol, tempo bom e excelente público (56 mil espectadores), foram as melhores desde que o WEC foi implantado em 2012. Uma corrida espetacular da bandeira verde até a última volta, digna das maiores tradições da Endurance, com todos os ingredientes. Rodadas, batidas, ultrapassagens, enfim… um espetáculo.

A Porsche fez a pole position e começou muito bem com seus dois carros liderando o pelotão no início da disputa. Mas o #2 teve problemas com o sistema híbrido e o #1 dos campeões Brendon Hartley/Mark Webber/Timo Bernhard enfrentou uma falha no drive train, que fez o Fuscão se atrasar a ponto de não conseguir mais se recuperar. A Toyota optou por uma estratégia diferenciada: não trocou de pneus no primeiro stint e o #5 conquistou uma sólida liderança primeiro com Sébastien Buemi (depois de uma luta férrea com o rival de Fórmula E Lucas Di Grassi) e depois com Anthony Davidson a bordo. O #6 guiado por Mike Conway bateu num LMP2 e levou um drive through.

Quando os japoneses caminhavam para a primeira vitória desde o WEC de 2014, quando foram campeões, o #5 foi à nocaute com problemas mecânicos. Não obstante, além dos problemas crônicos de drive train do #1 da Porsche, o Audi #7 também se atrasou pela troca do assoalho – perdendo cinco voltas – e se envolveu em dois acidentes, ambos com protótipos LMP2. A liderança caiu no colo do Audi #8 e permaneceu com Lucas, Jarvis e Duval até o final da disputa.

13-rebellion-wec-spa-2016-race-600x400

Incrível: dois pódios e vice-liderança geral na classificação do Mundial de Endurance para Mathéo Tuscher/Dodo Kraihamer/Alexandre Imperatori, com o #13 da Rebellion Racing

O 2º lugar não foi de todo ruim para Neel Jani/Marc Lieb/Romain Dumas, pois a trinca vencedora nas 6h de Silverstone mantém a liderança do campeonato com 43 pontos. Surpresa – de novo – foi o segundo pódio consecutivo do trio do #13 da Rebellion Racing – Mathéo Tuscher/Alexandre Imperatori/Dodo Kraihamer terminaram em terceiro novamente, resultado que deixou a trinca na vice-liderança GERAL do WEC com 32 pontos. Mais início de sonho, impossível.

imagem_release_652227

Subindo a lendária Eau Rouge: Nelsinho Piquet repetiu nas 6h de Spa o resultado da prova de abertura em Silverstone (Foto: Piquet Sports/Divulgação)

Nelsinho Piquet foi de novo aos pontos com seus parceiros Nicolas Prost e Nick Heidfeld: o brasileiro e seus parceiros chegaram em 4º lugar, com 155 voltas completadas. A trinca acabou prejudicada pelos períodos de Full Course Yellow e por isso não puderam discutir a vitória entre os protótipos não-oficiais com os colegas de time. O resultado deixou a trinca do #12 em 4º lugar no Mundial de Pilotos com 24 pontos, um a menos que Jarvis/Duval/Di Grassi.

Apesar dos percalços, a trinca Fässler/Lotterer/Tréluyer conseguiu ainda a 5ª posição geral, somando dez importantes pontos no campeonato. A ByKolles Racing foi ao pódio entre os LMP1 não oficiais, com direito dessa vez ao melhor resultado da trajetória do time de Greding. Mesmo com alguns percalços ao longo da disputa, Oliver Webb/James Rossiter/Simon Trummer conquistaram a sexta colocação. O Toyota #5 e o Porsche #1 voltaram nos minutos finais para salvar alguns pontos e conseguiram.

Na LMP2, a disputa pela vitória foi até o final e terminou de forma fantástica para a Signatech-Alpine. Com um passão espetacular em cima de Pipo Derani, Nicolas Lapierre conseguiu a ponta e levou o #36 do time de Philippe Sinault à primeira vitória no WEC em sua categoria. O francês e seus companheiros Gustavo Menezes e Stéphane Richelmi completaram a prova em 7º lugar na geral. Derani e seus parceiros Chris Cumming e Ryan Dalziel acabaram vendo escapar a vitória – mas o brasileiro conquistou seu segundo pódio com a Tequila Patrón ESM no Mundial – quarto em sua trajetória pela escuderia.

MOTORSPORT : FIA WEC - 6 HOURS OF SPA FRANCORCHAMPS (BEL) - ROUND 2 05/05-07/2016

Pódio perdido na última volta para o #43 da RGR Sport by Morand: Bruno Senna ficou em quarto na LMP2 em Spa (Foto: Vision Sport Agency/RGR Sport by Morand/Divulgação)

Bruno Senna e seus parceiros Filipe Albuquerque e Ricardo González, que venceram na prova de estreia em Silverstone, perderam o pódio nos instantes finais: o carro #43 da RGR Sport by Morand acabou suplantado pelo #45 da Manor, que fez ótima prova e sempre andou entre os primeiros, numa performance sólida de Roberto Mehri/Matt Rao/Richard Bradley – no primeiro pódio da curta trajetória do time na competição. Mesmo assim, a trinca latina continua na liderança da categoria, com 37 pontos somados em duas corridas. Pole position nos treinos, o Oreca #26 da G-Drive Racing teve dois pneus furados no correr da prova e acabou em 5º lugar.

71-AF-Corse-wec-spa-2016-race-600x400

Duas corridas, duas vitórias: 100% para a nova 488 GTE e para Sam Bird/Davide Rigon na LMGTE-PRO

A LMGTE-PRO viu de tudo em Spa. Um capote insólito do #95 de Marco Sørensen/Nicki Thiim/Darren Turner num contato com o #38 da G-Drive Racing, uma pancada violentíssima do Ford GT #66 da Chip Ganassi Racing UK  que tinha Stefan Mücke a bordo, em plena Eau Rouge (felizmente o piloto foi conduzido ao Centro Médico do circuito sem maiores problemas físicos) e o problema da Ferrari 488 GTE de Gimmi Bruni/James Calado, que tirou a dupla da AF Corse da corrida a nove minutos da quadriculada. Pecado…

Mas os italianos não têm do que se queixar. Pelo contrário: foi a 2ª vitória de Sam Bird/Davide Rigon na temporada, fazendo a dupla do #71 disparar na liderança da classificação entre os pilotos de Grã-Turismo. O Ford GT #67 de Marino Franchitti/Andy Priaulx/Harry Tincknell alcançou o segundo posto e o #97 de Fernando Rees/Jonathan Adam/Richie Stanaway ficou em 3º lugar, amenizando o problema mecânico enfrentado nas 6h de Silverstone. Dos sete carros da divisão, somente quatro terminaram – Richard Lietz/Michael Christensen conquistaram o último lugar entre os que terminaram na classe com o Porsche 991 RSR da Dempsey Racing-Proton.

A Aston Martin deu o troco na Ferrari na LMGTE-AM, conquistando em Spa o que não veio em Silverstone: a vitória foi do #98 de Pedro Lamy/Paul Dalla Lana/Matthias Lauda, que completou a prova em 19º na geral com 140 voltas percorridas. De novo, três marcas diferentes ficaram nas três primeiras posições, com a Ferrari de François Perrodo/Rui Águas/Emmanuel Collard em 2º lugar e o Corvette de Yutaka Yamagishi/Pierre Ragues/Paolo Ruberti completou o pódio da divisão.

Uma grande corrida. Espetacular. Lamento – muito, mesmo – por quem tem antolhos feito os cavalos do jóquei e só enxerga a Fórmula 1. O WEC é SENSACIONAL.

E se as duas primeiras provas do Mundial foram assim, imaginem só as 24h de Le Mans…

18 comentários

  1. Luiz Andrade disse:

    O WEC é mesmo espetacular… Teremos resumo dos melhores momentos com os seus comentários na FOX ?

  2. Romulo disse:

    Bacana seu profissionalismo e conhecimento na cobertura da WEC. Queria ter visto a corrida, mais as próximas etapas, vou assinar pra ver no site da WEC!

  3. Charles disse:

    É seu Rodrigo Mattar, o negócio de voces do FoxSports é falar do produto dos outros, a ridicula F1, e cobrir demasiadamente a modorrenta NASCAR. Extremamente lamentável.

    Os canais FoxSports no mundo todo _EUA, Canada, Australia e toda América Espanhola_ tiveram cobertura completa da corrida enquanto que o patético canalzinho tupiniquim não passou um segundo sequer.

    O WEC é disparado a melhor categoria do mundo mas, infelizmente, os brasileiros só podem assisti-lo através da internet.

    Tomara que aquele programinha, o Fox Nitro, fracasse porque representa tudo de errado com esse canal.

    E não adianta fingir Rodrigo, eu sei que voce adora a F1.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Mais um boçal. Obrigado pelo clique e pela audiência no blog. Mas, tolinho, a F1 hoje é um lixo.

      Não passar o WEC não foi uma decisão minha. Nunca é. Entendeu imbecil? Ou quer que eu desenhe?

      • Charles disse:

        Não estou criticando voce, Rodrigo. Critiquei o canal e sei que, se dependesse de voce, passaria tudo do WEC.

        Esse país é uma lástima para os fans de automobilismo de verdade.

  4. Eder disse:

    Difícil apontar favoritos para Le Mans depois de uma corrida assim. E finalmente o carro de di Grassi teve sorte, ou melhor, não teve o azar que vinha tendo.

  5. Douglas Ricardo disse:

    Rodrigo, na minha opinião, nesse período de vacas magras (boas corridas), magérrimas, a Fox comete um erro terrível em não transmitir o WEC; pelo menos, a 1ª e a última hora…
    Aguardarei Le Mans(!?).

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não é “erro terrível”. Com o futebol sempre sendo prioridade, me diga: como vamos encaixar uma corrida de 6h na programação?

      Le Mans é um caso à parte. Vai ser na entressafra do futebol europeu. Aí teremos transmissão ao vivo. Praticamente certo.

      • Charles disse:

        Se não me engano, dava para ter passado as últimas 3 horas de Spa, mas o canal optou por reprisar VTs do WWE…….

      • Rodrigo Mattar disse:

        O que você e muitos outros não entendem é que eu sou JORNALISTA. Não sou PROGRAMADOR. Não faço a grade do canal. Se eu pudesse, sim, faria TODAS as corridas do WEC. Com o maior prazer e profissionalismo. Mas isso também envolve questão de custos, de engenharia e recepção de satélite. Vocês nunca trabalharam em televisão pra saber como é.

      • João Estumano disse:

        Acredito que já que não tem o Fox Sports 3(não se sabe porque, já que na América Latina tem), poderiam no mínimo transmitir no Fox Play. Eu já perdi a paciência com a Fox brasileira, pois ter o direito de transmissão e não passar é absurdamente lamentável, e fica claro que não é responsabilidade sua(uma vez pela falta de exibição da Nascar até me exaltei no seu facebook e levei block mas peço sinceras desculpas), mas o que os brasileiros fãs de automobilismo pedem encarecidamente é que pelo menos na internet façam a transmissão, e que você como um autêntico representante nosso dentro do canal pelo menos repasse o pedido do fã como uma sugestão para seus chefes aí na Fox.

      • Rodrigo Mattar disse:

        Estumano, seu pedido de desculpas está aceito porque você teve a hombridade de admitir seu erro e que você se excedeu em sua reclamação. Mas eu te digo uma coisa: trabalhar em televisão nunca é fácil e existem muitas questões que ainda não tornaram possível o Fox Sports 3, que estão fora do meu alcance. Quanto ao Fox Play, não sei se o contrato com o WEC permite.

  6. Fernando Silva disse:

    Que fase do Di Grassi hein…na FE e no WEC arrebentando…quando começa assim…podem esperar por Le Mans. Uma coisa que percebo é que a confiabilidade e durabilidade dos LMP1 híbridos parece menos neste ano, pela quantidade de problemas que vários deles vem enfrentando este ano. Com isso, não poderemos descartar nem mesmo um Rebellion para triunfar em Sarthe, com sua mecânica mais tradicional.
    Pelo que li no post as disputas da LMP2 também foram sensacionais e esta deverá ser a classe mais competitiva de toda a temporada. Nosso moleque (permitam chamar assim…) Pipo Derani ainda nos dará muitas alegrias e quem sabe se sagrando campeão mundial em sua classe, os que se dizem fãs de automobilismo (que se resume a somente F1…) passem a olhar melhor para a melhor categoria automobilística do mundo: O WEC.
    Sobre as classes da LMGTE a coisa tá bem legal e equilibrada na Am, porque na Pro, acompanhando pelo live timing do site, dá para ver o quanto as Ferraris estão à frente em termos de tempo de volta e velocidade média…não sei se o BoP sofre muitas alterações para Sarthe mas não creio que os rivais, principalmente os Ford, consigam detê-las neste ano.

  7. Granito disse:

    Rodrigo tenho para mim que o Lucas é o terceiro brasileiro apenas a ganhar no mundial de protótipos e o primeiro a ganhar sob o nome de WEC. Os outros dois ( no na época denominado WSC ) são o campeão mundial de 1987 Raul Boesel com 5 vitórias e o tri Nelson Piquet que ganhou uma prova na geral os 1000km de Nurburgring mesmo correndo com um carro de uma subclasse no caso o BMW.
    Acham que são só estes 3 , talvez o Pace de Ferrari na década de 70 no denominado Mundial de Marcas mas acho q não , acho q seu melhor resultado foi o pódio em Le Mans

    • Rodrigo Mattar disse:

      Moco não venceu qualquer corrida de Endurance. Foi 2º algumas vezes, incluindo a estreia pela Ferrari em Zeltweg e em Le Mans 1973.

  8. Marcio Riva disse:

    Esta corrida me pareceu muito estranha na categoria LMP1, não acompanhei toda, mas houve problemas de mais para uma prova de 6hs, principalmente quando se trata da última corrida antes de Le Mans, houveram várias disputas mas no fim as diferenças foram grandes entre os líderes. Fiquei com a impressão de que os times oficiais de fábrica tentaram puxar de mais os limites para alcançar a porsche e a própira porsche para não ser alcançada. Depois de algumas edições de Le Mans onde o mais rápido e consistente venceu, me parece que vamos ver uma vitória do carro que não quebrar. E fiquei com a impressão que a Audi está com a vantagem. Concorda Mattar?

  9. Antonio Vidal disse:

    As três grandes marcas da LMP1 devem estar sem dormir até agora….pensando mesmo no que fazer quanto a confiabilidade dos seus “brinquedinhos” para Le Mans…sou completamente solidário às palavras do Sr. Rodrigo Mattar quando ele menciona a grandeza do FIA WEC, e da pobreza do FIA F1. Sobre a NASCAR na FOX Sports, crucifico seus detratores, afinal de contas, é mais uma categoria que podemos acompanhar….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>