MENU

12 de abril de 2016 - 18:27Automobilismo Internacional

Super TC2000: Rossi ganha em Rosário

rossi_16041001-630x354

RIO DE JANEIRO - A chuva e o frio em Rosário não foram obstáculos para Matías Rossi. O piloto da Toyota Team Argentina dominou a 2ª etapa do Super TC2000, disputada em 39 voltas no Autódromo Juan Manuel Fangio, de 2,595 km de extensão. Terceiro no grid e vencedor de uma das baterias Super 8 na véspera da corrida principal, Rossi ganhou a liderança logo na largada: o pole position Leonel Pernía vacilou com seu Renault Fluence na partida lançada por conta da pista escorregadia e logo foi ultrapassado não só por Rossi como também por Agustín Canapino na segunda volta.

Um acidente entre Ignácio Julian e Cristian Ledesma provocou a entrada do Safety Car e após a relargada, Canapino não deu sossego a Rossi. Foram 34 voltas de pressão incessante pela liderança da corrida e o piloto do Chevrolet Cruze bem que tentou – mas faltou fôlego nas últimas dez voltas e a diferença entre o vencedor e o 2º colocado foi de pouco mais de três segundos.

Matías Milla comprovou a força dos Toyota Corolla na pista de Rosário e terminou a corrida num bom 3º lugar, seguido por Pernía e Mariano Werner no melhor dos Peugeot 408 inscritos na disputa. Emiliano Spataro, vencedor da etapa de abertura em Trelew, desta vez não foi tão dominante e chegou em sexto. O piloto da Renault tem 50 pontos, contra 45 de Agustín Canapino e 34 de Matías Rossi.

A corrida do último domingo marcou o retorno de Facundo Chapur à competição. Demitido da equipe oficial Fiat, Chapur teve uma reestreia discreta no Super TC2000. Terminou em 11º lugar, resultado que lhe deixa em décimo-quinto com cinco pontos na tabela. A próxima etapa do campeonato será em Mendoza, no Autódromo Ciudad de San Martin, no dia 8 de maio.

Classificação do Super TC2000 após a 2ª etapa:

1. Emiliano Spataro (Renault) – 50 pontos
2. Agustín Canapino (Chevrolet) – 45
3. Matías Rossi (Toyota) – 34
4. Norberto Fontana (Chevrolet) – 32
5. Leonel Pernía (Renault) – 30
6. Damián Fineschi (Peugeot), Facundo Ardusso (Renault) e Matías Milla (Toyota) – 25
9. Carlos Javier Merlo (Fiat) – 23
10. Mariano Werner (Peugeot) – 16
11. Estebán Guerrieri (Toyota) – 15
12. Bernardo Llaver (Fiat) – 13
13. Christian Ledesma (Renault) – 10
14. Bruno Etman (Fiat) – 6
15. Facundo Chapur (Peugeot) e José Manuel Urcera (Fiat) – 5
17. Matias Munoz Marchesi (Chevrolet) e Fabian Yannantuoni (Peugeot) – 4
19. Manuel Mallo (Chevrolet) e Germán Sirvent (Renault) – 3
21. Lucas Colombo Russell (Peugeot) e Facundo Conta (Chevrolet) – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>