MENU

15 de abril de 2016 - 20:44Mundial de Endurance

Porsche sobra em Silverstone e faz 1-2 nos treinos livres do WEC

MOTORSPORT : FIA WEC - 6 HOURS OF SILVERSTONE (GBR) - ROUND 1 04/15-17/2016

Brendon Hartley foi o mais rápido da sexta-feira nos dois treinos livres do WEC (Foto: Vision Sport Agency/FIA WEC)

RIO DE JANEIRO - Deu a lógica na sexta-feira de abertura dos treinos livres para as 6h de Silverstone, prova inaugural do FIA World Endurance Championship: a Porsche, com a evolução do modelo 919 Hybrid que ofertou à marca de Weissach o título de campeã em 2015, foi a mais veloz no pelotão de 33 carros – e sobrando na turma, apesar das condições pouco favoráveis especialmente na primeira sessão de 1h30min, disputada de manhã.

O neozelandês Brendon Hartley, campeão mundial junto a Mark Webber e Timo Bernhard, liderou a folha de tempos com o protótipo #1. Fez 1’42″642 com a pista ainda úmida, mais cedo e 1’39″655 de tarde, com o asfalto já mais seco. Cabe observar que, mesmo com todas as limitações impostas pela FIA no regulamento técnico de 2016, o tempo do kiwi foi mais rápido que a pole position do ano passado – obra do próprio Hartley e de Webber, com 1’39″721.

Romain Dumas ficou com o segundo tempo, a 1″689 do carro líder da sexta-feira, seguido do compatriota Loïc Duval, que colocou o novo Audi R18 na 3ª posição. O construtor alemão, além do fim de semana em Silverstone, treina febrilmente em Monza com a versão “low downforce” de seu protótipo que deverá andar nas 24h de Le Mans – e provavelmente em Spa-Francorchamps. Kamui Kobayashi surpreendeu com o novo Toyota TS050 Hybrid e foi o quarto mais rápido. O brasileiro Lucas Di Grassi andou bem e fez sua melhor volta no dia em 1’41″633, mais rápido que qualquer outro piloto do carro #7 da equipe de Ingolstadt.

imagem_release_637904

Nelsinho Piquet fez bom trabalho no Rebellion R-One em seus primeiros treinos livres nas 6h de Silverstone (Foto: Piquet Sports/Divulgação)

Entre os LMP1 não-oficiais, o jovem suíço Mathéo Tuscher estabeleceu o melhor tempo com o R-One AER #13 da Rebellion Racing. O piloto marcou 1’46″428 e Nelsinho Piquet, em sua estreia no WEC, deixou sua marca já cravando Nicolas Prost e Nick Heidfeld, na equipe há anos e com muito mais experiência neste carro, logo na sexta-feira. O brasileiro marcou 1’47″685 e ficou muito satisfeito com seu desempenho numa pista que ele já conhecia – em parte – da Fórmula 1.

“O primeiro dia foi bom e deu para sentir melhor o carro. Tivemos alguns ajustes para fazer hoje, coisas normais de corrida. Deu para aprender a pista de Silverstone, que tinha sido modificada desde a última vez que eu andei. O tempo não ajudou tanto, porque estava meio molhada a pista e muito frio. Não tive tantas voltas assim para fazer, mas deu para aprender bastante e amanhã teremos mais algumas chances de acelerar. Acho que deve chover novamente no sábado, mas no domingo esperamos pista seca para a corrida de 6 horas”, contou o piloto.

Na LMP2, o experiente britânico Jonny Kane colocou o único protótipo Spyder do grid – o Gibson 015S da Strakka Racing – no topo da folha de tempos entre os 11 carros da divisão. Ele fez o tempo de 1’49″632, poucos milésimos mais veloz que o compatriota (e estreante) James Jakes, que deixou ótima impressão a bordo do Oreca Nissan da equipe Manor. O novato anglo-brasileiro Gustavo Menezes, outro que mostrara qualidades nos testes e no Prólogo em Paul Ricard, foi o 3º ao fim das sessões com o carro #36 da Signatech-Alpine.

MOTORSPORT : FIA WORLD ENDURANCE CHAMPIONSHIP - 6 HOURS OF SILVERSTONE (GBR) 04/15-17/2016

Bruno Senna foi o 7º mais rápido do dia na classe LMP2 com o Ligier da RGR Sport by Morand (Foto: Vision Sport Agency/FIA WEC)

A quarta posição ficou com o espanhol Roberto Mehri – outro que faz sua estreia no Mundial de Endurance – seguido por Pipo Derani, astro das vitórias da Tequila Patrón ESM nas 24h de Daytona e 12h de Sebring. O brasileiro virou o melhor tempo da equipe estadunidense em 1’50″026. Bruno Senna fez o 7º tempo e foi o mais rápido entre os pilotos da RGR Sport by Morand, marcando 1’50″712 com o carro #43 do time suíço-mexicano. O sobrinho do tricampeão Ayrton Senna torce por chuva na hora da definição do grid. “Andamos muito pouco no seco. Para nós, acredito que essa não seria a melhor condição no qualifying, porque temos poucas informações sobre o comportamento do carro”, disse.

Deu Ferrari na classe LMGTE-PRO no primeiro treino pra valer da F488 GTE: James Calado foi o mais rápido do dia com 2’00″107, com direito a dobradinha de britânicos: Sam Bird ficou em 2º, cravando 2’00″306. O atual campeão Richard Lietz foi o 3º mais rápido com o Porsche 991 RSR da Dempsey-Proton. Richie Stanaway foi o quarto mais veloz com o Aston Martin #97 e o melhor Ford ficou em quinto, com o piloto de testes e desenvolvimento da Multimatic Motorsports, Billy Johnson. O brasileiro Fernando Rees completou 24 voltas ao longo do dia, a melhor delas em 2’03″358.

MOTORSPORT : FIA WORLD ENDURANCE CHAMPIONSHIP - 6 HOURS OF SILVERSTONE (GBR) 04/15-17/2016

Adam Carroll, no Porsche com a icônica pintura Gulf, foi o mais rápido do treino livre na classe LMGTE-AM (Foto: Vision Sports Agency/FIA WEC)

E na LMGTE-AM, estreia positiva da Gulf Racing UK: Adam Carroll colocou seu Porsche em meio aos LMGTE-PRO e fez o melhor tempo do dia em 2’02″081 entre os seis carros inscritos. O português Pedro Lamy ficou a sete décimos com seu Aston Martin #98, seguido por Pierre Ragues no Vette da Larbre, o Porsche #88 de Klaus Bachler e a Ferrari de Rui Águas.

Neste sábado, os pilotos voltam à pista de Silverstone a partir de 5h da manhã (horário de Brasília) para o último treino livre. A definição do grid para as 6h de Silverstone começa às 7h50, com as classes LMGTE-PRO e LMGTE-AM tendo direito a 20 minutos de treino. Depois, entram na pista as classes LMP2 e LMP1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>