MENU

10 de abril de 2015 - 17:53Mundial de Endurance

WEC: Audi domina treinos livres de sexta

11080557_795512400533404_4140340098648232409_o-728x485

Bénoit Tréluyer liderou a folha de tempos nesta sexta-feira com o Audi R18 e-tron quattro

RIO DE JANEIRO - Ainda é cedo para dizer se os alemães estão de volta ao jogo. Mas a nova versão do R18 e-tron quattro, agora na classe 4MJ do chamado Energy Recovery System (ERS) que equipa os protótipos híbridos oficiais de fábrica, fez o melhor tempo nas duas sessões livres da etapa de abertura do Campeonato Mundial de Endurance, em Silverstone.

Na primeira sessão, o brasileiro Lucas Di Grassi, a bordo do Audi #8, foi o mais rápido – 1’42″121, um décimo mais veloz que Mark Webber e dois à frente de Andre Lotterer, a bordo do carro #7 do construtor de Ingolstadt, com Neel Jani em quarto. Menos de quatro décimos separaram os quatro melhores tempos.

O segundo treino viu Bénoit Treluyer na ponta da tabela: o francês marcou 1’41″526 e fez o melhor tempo da sexta-feira. Oliver Jarvis completou o 1-2 da Audi na sessão, com 1’41″824 e a Porsche, agora com seu 919 Hybrid enquadrado na classe 8MJ de energia, ficou com o terceiro posto graças a Timo Bernhard – 1’42″146, com Brendon Hartley em quarto.

A Toyota talvez tenha decepcionado – ou escondido o jogo, vai saber… os TS040 Hybrid do construtor japonês ficaram na quinta e sexta posições no agregado das duas sessões. O #2 ficou em 5º, com Alex Wurz marcando 1’42″749, enquanto Anthony Davidson fez o sexto tempo – 1’43″565.

249799_489750_2015wecuk026

Pipo Derani foi o mais rápido piloto do dia na LMP2 (Foto: Clement Marin/Divulgação)

Na LMP2, a G-Drive Racing também foi soberana nas duas sessões em sua divisão. O Ligier JS P2 #28 que traz o estreante brasileiro Pipo Derani ao lado do colombiano Gustavo Yacamán e do mexicano Ricardo González, foi o mais rápido da sexta-feira. No primeiro treino, Yacamán registrou 1’50″213, tempo amplamente superado por Derani na sessão seguinte, com pista mais emborrachada e melhor aderência. O piloto que impressionou em sua curta experiência com o Oreca da Murphy Prototypes no ELMS virou sua melhor volta em 1’48″676, contra 1’49″315 do britânico Sam Bird, o mais veloz a bordo do #26 da mesma escuderia.

Emprestado pela Porsche ao time KCMG de Hong Kong, Nick Tandy foi o terceiro mais rápido do dia na LMP2, com 1’50″052. Nelson Panciatici fez o quarto tempo no Alpine A450B da Signatech-Alpine e o novo Dome S103 da Strakka Racing ficou em quinto com o experiente Danny Watts. A sexta posição foi do HPD #30 da Tequila Patrón ESM, guiado por Ryan Dalziel em sua melhor volta.

"Car #91 / PORSCHE TEAM MANTHEY (DEU) / Porsche 911 RSR / Richard Lietz (AUT) / Michael Christensen (DNK) - FIA WEC 6 hours of  Silverstone at Northamptonshire - Towcester - United Kingdom "

Richard Lietz foi bem no segundo treino, mas o melhor tempo da LMGTE-PRO ficou com Nicki Thiim (Foto: Gabi Tomescu/AdrenalMedia.com)

A Aston Martin foi a mais veloz na LMGTE-PRO: Nicki Thiim fez 2’01″393 no primeiro treino livre, um décimo de segundo abaixo do Porsche #91 de Richard Lietz. Fred Makowiecki, no outro Porsche oficial de fábrica, foi o 3º mais rápido, seguido por Gianmaria Bruni, Darren Turner e Richie Stanaway. O brasileiro Fernando Rees completou 24 voltas a bordo do Aston Martin #99, registrando a melhor delas em 2’01″827 – menos de meio segundo, portanto, atrás do melhor tempo do dia na categoria.

Já na LMGTE-AM, a melhor marca coube ao Porsche 991 RSR #88 da equipe Abu Dhabi-Proton Competition, com Klaus Bachler rodando em 2’02″350 na primeira sessão, menos de um décimo abaixo da Ferrari #72 de Andrea Bertolini, inscrita pela SMP Racing. Pedro Lamy foi o terceiro mais rápido com o Aston Martin, enquanto Paolo Ruberti fez a quarta marca com o novo Corvette C7-R da Larbre Competition – ou seja, as quatro marcas inscritas nas quatro primeiras posições ao fim do dia.

De resto, entre os 82 pilotos presentes à abertura do WEC em Silverstone, Patrick Dempsey ficou com o pior tempo: o piloto-galã deu 20 voltas com o carro #77 da Dempsey-Proton e marcou a melhor delas em 2’09″552. Seu tempo foi mais de dois segundos pior que o do alemão Roald Goethe, normalmente o mais lento do grid.

Amanhã, as feras do WEC têm mais um treino livre, com 1h de duração, marcado para as 5h da manhã, pelo horário de Brasília. A qualificação começa às oito, com 20′ de duração para as classes LMGTE-PRO e LMGTE-AM. Após um pequeno intervalo, os carros das divisões LMP1 e LMP2 entram na pista para a definição da pole position.

1 comentário

  1. Pedro disse:

    Porsches 919 parecem que ainda não são confiáveis mecanicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>