MENU

9 de abril de 2015 - 14:10Mundial de Endurance

Mais um forfait para a abertura do WEC

MOTORSPORT : FIA WEC PROLOGUE - LE CASTELLET (FRA) 03/27/2015

RIO DE JANEIRO - O grid para a abertura do Mundial de Endurance (FIA WEC) neste fim de semana em Silverstone sofre mais uma baixa: após as ausências já sabidas da Nissan e da Rebellion Racing, a primeira por problemas de homologação do chassis do GT-R LM Nismo e a segunda pela troca de propulsor (Toyota pelo AER) em tempo pouco hábil para a preparação dos seus carros, agora é a vez do Team SARD Morand, da classe LMP2, renunciar à corrida inaugural do campeonato.

Após participar do Prólogo do WEC em Paul Ricard, com bom desempenho, os Morgan EVO azuis do time de Bénoit Morand não foram transportados da sede do time, na Suíça, para a Inglaterra, por alegadas “razões administrativas e legais”.

“Anunciar a retirada da inscrição do time para a estreia do campeonato é algo bastante doído”, garante Morand. “Toda a equipe, eu inclusive, está trabalhando duro para estarmos presentes na Bélgica e nas demais corridas do calendário. Sigo otimista. Vamos em frente!”

Por ‘razões administrativas e legais’, entendo como um eufemismo para “deu merda, capitão”. E eu explico:

O Team SARD-Morand fechou uma parceria com a Kairos Technologies, naquela base: a Kairos, firma ucraniana especializada na transmissão criptográfica de dados, apresentou um plano ambicioso à equipe – chegar na classe LMP1 em pelo menos três anos. E aí, vocês já sabem o que aconteceu. Precisando de grana, Morand fechou o acordo e ainda ofereceu parte da sociedade do time.

É uma história mais ou menos parecida com a da Millenium Racing (lembram dela?), que encampou a estrutura técnica da Delta-ADR, anunciou um ambicioso programa de LMP2 com dois Oreca 03 Nissan, participou do Prólogo ano passado, fez o melhor tempo da classe e… sumiu. Virou pó.

As consequências desse imbróglio envolvendo o Team SARD Morand podem pôr em risco o reality show Race To 24, que foi anunciado com estardalhaço como um caminho para a conquista de uma vaga no time a partir das 24 Horas de Le Mans. O programa começaria mês passado com 12 episódios – agora baixando para nove. E o início ficou para o próximo domingo, 12 de abril.

Será?

2 comentários

  1. ISIDIO CRISTOVÃO disse:

    Boa tarde Rodrigo, Procurei muito mas não encontrei a tabela de Graduação dos pilotos do WEC 2015. Você como jornalista profissional poderia trazer um Post sobre isto para nós. Minha maior curiosidade é a classificação do bom Pipo Derani, agradeço desde já.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Post sobre graduação de pilotos está fora de questão, porque isso não rende assunto. Mas o Dirani tem graduação ouro, assim como Gustavo Yacamán. Ricardo González, que completa o time, tem graduação prata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>