MENU

13 de outubro de 2014 - 16:32Blancpain Sprint Series

Previsão de 25 carros no Blancpain Sprint Series em Zolder

timthumb (9)

O Blancpain Sprint Series volta ao circuito de Zolder para a 6ª etapa do campeonato, com cinco brasileiros na pista

RIO DE JANEIRO - No próximo fim de semana, o Blancpain Sprint Series volta à carga com a 6ª e penúltima etapa da temporada, prevista para o circuito belga de Zolder. Para os fãs do automobilismo, é um traçado com um significado emocional tremendo, pois foi lá, em 8 de maio de 1982, que o canadense Gilles Villeneuve, da Ferrari, morreu precocemente num acidente durante a sessão classificatória do GP da Bélgica, que deixou de ser disputado na pista em 1984, há exatos 30 anos.

Com 4,011 km de extensão e 10 curvas, a pista belga é tremendamente exigente no que tange aos freios. Conserva praticamente as mesmas características “old school” do traçado, com pouca largura e segurança não muito adequada a provas internacionais. Apesar disto, lá é realizada uma popular prova de 24 Horas de duração, no fim de agosto e princípio de setembro.

A SRO, organizadora do certame, conseguiu reunir um bom grid para a corrida que antecede o evento final em Baku, no Azerbaijão – e que terá lotação máxima de 30 carros, segundo a turma de Stéphane Ratel. A etapa de Zolder terá 25 bólidos e a volta de Nelsinho Piquet, em sua quarta e última participação na competição, como parceiro de Matheus Stumpf no #30 do BMW Team Brasil. Registre-se inclusive que Stumpf será o único ‘sobrevivente’ do time atual para a última prova do ano: por coincidência de datas com a Stock Car, Cacá Bueno e Sérgio Jimenez – e por consequência o reserva imediato de Nelsinho, Valdeno Brito – não poderão viajar. Os lugares serão preenchidos pelos gêmeos Ricardo e Rodrigo Sperafico no carro #0, enquanto Matheus terá a ilustre companhia do conterrâneo Miguel Paludo no #30. Será a primeira prova de Paludo desde que ficou sem lugar fixo na Camping World Truck Series.

Outras novidades contemplam a participação de Stéphane Richelmi, da GP2 Series, como substituto de Fabian Hamprecht no Audi #9 dividido com Stéphane Ortelli. Tomas Pivoda, da República Checa, estreia ao lado do austríaco Stefan Landmann no #27 da GRT Grässer Racing Team. Alessandro Balzan junta-se a Filip Salaquarda a bordo do #90 da Scuderia Villorba Corse. E há ainda duas estreias: o Aston Martin da Beechdean AMR – preparando-se para Baku, claro – com Jonny Adam/Andy Soucek e a Mercedes-Benz SLS AMG GT3 do GT Russian Team, com dois pilotos que há algum tempo estavam sumidos das pistas: Marko Asmer e Aleksej Vasiliev.

De última hora, a NSC Motorsports, uma equipe local, confirmou a inscrição de um Lamborghini Gallardo FLII para o veterano holandês Peter Kox e seu compatriota Nicky Catsburg, que teve ótimas performances este ano no Blancpain Endurance Series. A equipe Vita4One Racing, da Alemanha, também ressurge das cinzas e confirma a inscrição de sua BMW Z4 GT3 para Michael Bartels/Yelmer Buurman.

Em termos de campeonato, a situação é a seguinte: na Pro Cup, Maximilian Götz chega a Zolder com 16 pontos de avanço sobre o xará Buhk, com quem divide a Mercedes #84 da HTP Motorsport. Nos calcanhares deles, estão Hari Proczyk/Jeroen Bleekemolen, somando 93 pontos e a dupla brasileira formada por Cacá Bueno/Sérgio Jimenez ocupa o quinto posto com 51. O gaúcho Cesar Ramos, correndo em dupla com Laurens Vanthoor, ocupa a 7ª colocação do campeonato, somando 43 pontos.

Na Silver Cup, disputa acirrada pelo primeiro lugar do campeonato: Mateusz Lisovski/Vincent Abril somam 14 pontos de frente para David Fumanelli/Stefano Colombo (131 a 117). E na classe Pro-AM, Alessandro Latif/Marc Basseng comandam com 27 pontos de frente sobre Sascha Halek e Stefan Landmann, que não estarão juntos em Zolder. Com um máximo de 66 pontos em disputa nas duas provas finais, muita coisa pode acontecer.

A lista completa de inscritos para Zolder está aqui

2 comentários

  1. Fernando Lima disse:

    Tenho a impressão que concentrar tantos pilotos de uma outra (mesma) categoria acaba por não ser um bom negócio. OTeam Brazil não contará com a dupla titular do #0, além de Valdeno Brito, que já revezava com Nelsinho, no #30. Tudo por que estes tres correm pela mesma categoria, no caso a Stock Car. Vale lembrar que o Hermann já trabalhou com caras como Paulo Bonifácio, Juliano Moro e Claudio Daruj na época em que sua equipe corria aqui no Brasil, apenas para exemplificar são pilotos com a carreira mais voltada ao gran-turismo. Com certeza não sofreria tamanho desfalque.
    O lado bom será ver os bons pilotos e irmãos Sperafico e o Miguel Paludo em ação, que participou da última boa corrida da GT brasileira, no final de 2011.

  2. Fernando Kesnault disse:

    Que bom ver os irmãos gemeos Sperafico em ação na BMW #0….TODA BOA SORTE A ELES…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>